top of page

Entrevista exclusiva com Sargento Lima


O deputado de Joinville é cotado para ser candidato a Prefeito do município mais populoso de Santa Catarina


Representante da direita catarinense, o deputado estadual Sargento Lima (PL) tem articulado sua pré-candidatura à prefeitura de Joinville para 2024. Apesar das aspirações para as próximas eleições municipais, Lima não se furtou em responder nenhuma pergunta, inclusive aquelas relacionadas a eventuais alianças com outros partidos. O parlamentar também opinou sobre a gestão do prefeito Adriano Silva (Novo)



Portal Via Direta: Deputado, chegando o final de 2023, 2024 está aí, ano eleitoral, pronto para uma disputa pela prefeitura de Joinville?

Sargento Lima: Estou pronto para qualquer plano, porém é um desafio, trocar o legislativo pelo executivo, é uma guinada, e quem decide isso não sou eu, é o povo.


Portal Via Direta: Então o senhor não está confirmando uma pré-candidatura?

Sargento Lima: Não, não estou, meu partido tem líder, e um líder que pensa em Santa Catarina, não em um projeto tacanho, disposto a tudo e a qualquer preço, o governador Jorginho é um homem comprometido e ciente de sua liderança, não deixaria o melhor para o Estado, a troco de "ganhar" uma prefeitura.


Portal Via Direta: Qual sua avaliação sobre o governo do prefeito Adriano Silva?

Sargento Lima: Se ele se comprometer a fazer durante os quatro anos, o que está fazendo só agora no final do mandato, seria um bom prefeito.


Portal Via Direta: Haveria uma possibilidade de composição de PL e Novo?

Sargento Lima: Sim, pois não sou eu que mando no partido, mas jamais teria minha participação, não haveria a menor possibilidade de me ver no palanque do Novo, o Brasil está nas mãos de um descondenado, por irresponsabilidade de partidos como o Novo, e outros partidos do centrão, que propositalmente racharam opiniões por um projeto de poder e não de governo, o Lula não chegou lá sozinho, precisou de muita gente sem vergonha, caso contrário, jamais seria presidente.


Portal Via Direta: O senhor já criticou muitas vezes essa administração municipal, se não é pré-candidato, qual a razão das críticas?

Sargento Lima: Porque vivo nesta cidade, sou um munícipe, pago impostos, tenho todo direito de criticar e opinar o quanto achar necessário.


Portal Via Direta: Em um possível confronto entre Adriano e Sargento Lima nas urnas, qual seria o resultado?

Sargento Lima: Meu amigo, sempre quem decide é o povo, é o eleitor, para chegar ao ponto de concorrer eu irei analisar, se o povo está satisfeito com Adriano, tranquilo, minha batida sempre será a mesma, não me ajuntar com vagabundo, tratar servidor público como servidor, e não como um ser celestial, não sou refém de ninguém, e não gastar dinheiro do povo, pagando para a imprensa um valor que poderia ser bem melhor aproveitado. Enfim, se o povo gosta disso, sem problemas, respeito a vontade de todos.


Portal Via Direta: Fora a concorrer pela prefeitura, que o senhor já disse não ser algo certo, quais os próximos planos?

Sargento Lima: Precisamos construir lideranças de direita, conservadores, Estaduais, Federais, Senador todos de nossa região, e tem muita gente, não só aqui na AMUNESC, quanto na AMPLANORTE, para essa terra deixar de ser desprezada em Brasília e no Estado, por falta de representatividade política, chega de jogar nosso voto no número de gente que já andou até pela cadeia, e nunca colocou o pé aqui ou no planalto norte.


368 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page