top of page

Hospital São José e Escola do Bolshoi recebem boas notícias



O governador foi recebido na porta da escola pelos alunos do principal teatro de balé do mundo. “A Escola Bolshoi é única no mundo. Além de promover a inclusão, ela promove a educação e a transformação de vidas de Santa Catarina e do Brasil com seus resultados e suas ações. Governador Jorginho, sem o apoio sucessivo do Estado, nós certamente não estaríamos aqui hoje”, disse o presidente do Bolshoi no Brasil, Valdir Steglich.


Presentes a senadora Ivete Appel da Silveira, a vice-governadora Marilisa Boehm, os deputados estaduais Sargento Lima, Fernando Krelling, Matheus Cadorin e Maurício Peixer , além do prefeito de Joinville Adriano Silva. A senadora também contribuiu com recursos para dar suporte ao Bolshoi. Em emendas parlamentares, foram R$ 898 mil.




Hospital São José


Na passagem por Joinville o governador Jorginho Mello anunciou também que o governo do Estado assumirá cerca de 20% do custo do Hospital São José, estrutura municipal, mas que atua também como uma unidade de referência para a região Norte de Santa Catarina.


– Eu venho aqui em Joinville hoje com muito carinho. Vim aqui aplaudir Joinville pelos 172 anos, essa cidade que orgulha o Brasil. Eu fui acolhido pela cidade como senador e como governador. Temos muita coisa para fazer na Saúde, Educação e Infraestrutura. Mas Saúde sempre foi e sempre será uma das maiores dificuldades de todo governo. Por isso, quero dizer que vamos começar pagando 20% da folha de pagamento do hospital – disse o governador.


O percentual representa algo em R$ 4 milhões todos os meses em suporte ao município de Joinville, que hoje paga essa conta da Saúde sozinho. Todos os meses, o Hospital São José gera um custeio de R$ 19 milhões na folha de pagamento da prefeitura.


101 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page