top of page

CPI da Saúde em Joinville

Tome Nota com Enio Alexandre

Prefeito Adriano Silva discursando na Câmara de Vereadores de Joinville


A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai examinar a pasta da saúde de Joinville deve ser constituída em breve. A iniciativa pode provocar certo desgaste na gestão do prefeito Adriano Silva (Novo).

Na próxima segunda-feira (17), a Câmara de Vereadores de Joinville deve receber o requerimento para criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar a situação da saúde no município. O documento, que já conta com o apoio de oito vereadores, cita a escassez de medicamentos, as longas filas nos Pronto Atendimentos e a falta de consultas com clínicos gerais e especialistas como alguns dos motivos para a instalação da CPI.


De acordo com o Regimento Interno da Câmara, é necessário o apoio de um terço dos 19 vereadores para a abertura de uma CPI. Com as oito assinaturas já obtidas, o requerimento reúne condições de ser protocolado. Assinaram o pedido os vereadores Wilian Tonezi (Patriota), Cláudio Aragão (MDB), Brandel Junior (Podemos), Cassiano Ucker (União), Cleiton Profeta (PL), Nado (PSC), Sidney Sabel (União) e Valéria Nunes (PT).


A instauração da CPI tem o objetivo de investigar a situação da saúde pública em Joinville, buscando identificar os problemas e apontar soluções para a melhoria do atendimento à população. A expectativa é que a comissão tenha um trabalho minucioso e transparente, buscando garantir a efetividade da investigação e a responsabilização dos envolvidos em eventuais irregularidades. Como 2024 é ano eleitoral espera-se que a CPI não seja utilizada apenas como palanque para projeção eleitoral.






384 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page