top of page

Alexandre Pires envolvido em lavagem de dinheiro

Alvo da PF, cantor tem mansão de 16 milhões e 200 veículos na garagem



Operação da PF envolve cantor Alexandre Pires em Esquema de Lavagem de Dinheiro ligado à Exploração Ilegal de Minérios na Terra Indígena Yanomami


Uma operação da Polícia Federal desencadeou buscas no navio onde o cantor Alexandre Pires se encontrava, em Santos, litoral de São Paulo, como parte de uma investigação que visa desmantelar um esquema de lavagem de dinheiro ligado à exploração ilegal de minérios na Terra Indígena Yanomami.


Realizadas nesta segunda-feira (4), as buscas têm como objetivo determinar a possível participação do cantor no esquema que movimentou uma quantia substancial de R$ 250 milhões. Há suspeitas de que Alexandre Pires tenha recebido cerca de R$ 1 milhão de uma mineradora envolvida na investigação, supostamente vinculada ao empresário Matheus Possebon, detido pela PF no mesmo navio onde o cantor estava. Além disso, o empresário Christian Costa dos Santos, ligado à exploração ilegal de garimpo em Roraima, também foi preso.


A ação, autorizada pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária de Roraima, resultou em dois mandados de prisão e seis de busca e apreensão. As diligências foram realizadas em Boa Vista e Mucajaí, em Roraima, além de diversas localidades, como São Paulo, Santos (SP), Santarém (PA), Uberlândia (MG) e Itapema (SC). Além disso, foi determinado o sequestro de mais de R$ 130 milhões dos envolvidos.


Esta operação é um desdobramento de uma ação da PF em janeiro de 2022, na qual 30 toneladas de cassiterita foram apreendidas na Terra Indígena Yanomami. O minério estava armazenado na sede de uma empresa investigada, pronto para ser enviado ao exterior.


As investigações apontam para um esquema voltado à lavagem de cassiterita retirada ilegalmente da Terra Indígena Yanomami. O minério era declarado como proveniente de um garimpo regular no Rio Tapajós, em Itaituba (PA), e supostamente transportado para Roraima para processamento.


Identificaram-se transações financeiras conectadas a toda a cadeia produtiva do esquema, envolvendo pilotos de aeronaves, postos de combustíveis, lojas de equipamentos para mineração e indivíduos usados para ocultar movimentações fraudulentas.


Adicionalmente, descobriu-se a participação de um empresário do ramo musical de renome nacional, que supostamente teria papel crucial no núcleo financeiro desses crimes. As investigações prosseguem para esclarecer todos os aspectos desse esquema complexo e criminoso.


Patrimônio


Dono de um extenso patrimônio, Alexandre Pires vive numa mansão avaliada em R$ 16 milhões na região da Granja Viana, em São Paulo. A propriedade de dois andares foi posta à venda no fim do último ano. Tem um terreno de 6.902 m² e conta com atrativos como piscina, sauna, estacionamento para 200 veículos, duas cozinhas industriais, ofurô, jardim de inverno...


No anúncio de venda da mansão, o enunciado informa: “Um verdadeiro oásis decorado com muito requinte”.


Mesmo prédio de Neymar

O cantor também é proprietário de um imóvel em Itapema, em Santa Catarina, estimado em R$ 4 milhões.

69 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page