top of page

Zé Trovão se entrega à Polícia Federal em Joinville

Atualizado: 27 de out. de 2021


imagem Redes Sociais


O caminhoneiro bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, retornou ao Brasil e se entregou à Polícia Federal, nesta terça-feira (26/10), em Joinville. Ele foi alvo de uma ordem de prisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, decretada no início de setembro, por incitar violência e atos antidemocráticos nas manifestações de 7 de setembro. Trovão estava foragido há dois meses. A prisão foi confirmada pela Polícia Federal. O bolsonarista teria viajado do México para o Peru na semana passada com o objetivo de retornar para o Brasil. De lá, ele teria vindo ao Brasil no último final de semana e ficou escondido alguns dias com sua família, até se entregar. Apesar da ordem de prisão, o nome de Marcos Antônio ainda não tinha sido incluído na lista de difusão vermelha da Interpol, por isso ele não poderia ser preso no exterior pelas autoridades mexicanas.

Agora, a expectativa da defesa é tentar converter a prisão preventiva em medidas cautelares, para permitir que ele cumpra prisão domiciliar com tornozeleira eletrônica.

Zé Trovão informou que iria se entregar em um vídeo divulgado em seu canal do Telegram. "Nesse 26 de outubro, eu me entreguei à Justiça brasileira, me apresentei à Justiça brasileira, porque, como diz o nosso hino, verás que um filho teu não foge à luta. E eu jamais iria abandonar o povo brasileiro”, afirmou.

138 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page