top of page

Tome Nota com Enio Alexandre


Racha

foto: Polícia Militar


Um homem de 72 anos morreu após o seu carro ser atingido por um veículo que disputava um racha, na noite de quinta-feira(19/5), em Florianópolis. A polícia constatou que o motorista que provocou o acidente não estava alcoolizado. Devemos concluir que ele sabia muito bem o que estava fazendo. Fica a pergunta: o que vai acontecer com ele e o outro motorista que disputavam um racha numa via pública? Qual a diferença de alguém pegar uma arma e sair atirando em praça pública ou dirigir um carro em alta velocidade como se fosse um brinquedo?



Mais mortes por Dengue


Na sexta-feira (20/5) Joinville registrou mais duas mortes em decorrência da dengue em Joinville. São 9 óbitos somente este ano. Quando a cidade apresentava números assustadores por conta da doença em meio à pandemia da covid-19 o Governo do Estado pouco fez. Era um problema de Joinville, afinal. Agora a dengue se alastra por Santa Catarina é existe uma verdadeira comoção. E o problema da saúde em Joinville vai muito além da dengue. Quem precisa do serviço público, seja municipal ou estadual tem sofrido para receber atendimento digno. Falta pessoal e medicamentos.


Saúde no limite


Um profissional do meio relatou à coluna que nos grupos de aplicativos os médicos trocam informações sobre o movimento nas unidades de saúde de Joinville e os locais estão sempre lotados. Imagine a pessoa debilitada e ter que aguardar 4 ou 5 horas para receber atendimento. - Há situações até piores. Não podemos considerar isso normal. Pacientes esperam por anos para realizar procedimentos. Fazer mutirões é uma necessidade, mas o ideal seria termos planejamento. Os gestores públicos atribuem o problema à pandemia. É fato que a situação foi dramática, mas chegou a hora de resolver com competência a questão da saúde em Joinville.


Quarta dose Covid-19


A partir de segunda-feira (23/5), a Prefeitura de Joinville amplia a faixa etária do público com indicação para receber a quarta dose de vacina contra a Covid-19, uma vez que a dose adicional passa a ser recomendada para a população com 60 anos ou mais.

A ampliação da faixa etária leva em consideração a Nota Técnica 34/2022 do Ministério da Saúde, que recomenda a quarta dose de vacina contra a Covid-19 para este público. O intervalo entre a terceira e quarta dose deve ser de 4 meses.


MDB rachado?


Na quinta-feira (19/5), 14 prefeitos assinaram a “Carta Aberta aos Catarinenses” em apoio à reeleição do governador Carlos Moisés. O documento foi firmado por vários chefes de poder executivo, dentre eles o prefeito de Massaranduba, Sesar Tassi do MDB. O problema é que, salvo mudança de última hora Antídio Lunelli, da vizinha cidade de Jaraguá do Sul, é o candidato ao governo pelo partido. O desconforto foi tamanho que o prefeito de Massaranduba se apressou em explicar o assunto. “O meu apoio é para Antídio Lunelli, mas a forma que eu assinei lá, eu assino o documento porque temos bastante obras em andamento. Eu falei da decisão assim na reunião: se o MDB tiver o candidato e vai ter, eu sou do MDB. Se não for, eu dou apoio ao governador Carlos Moisés”, disse.


Escola Cívico Militar em São Chico


O prefeito Godofredo Gomes Moreira Filho esteve, nesta semana, no Ministério da Educação, em Brasília, junto com o Deputado Federal Coronel Armando e o Secretário de Governo Tufi Michreff Neto. O grupo se encontrou com o Ministro Victor Godoy Veiga. O objetivo da viagem é criar uma Escola Cívico Militar em São Francisco do Sul. Em breve, será anunciada qual escola será adotada pelo programa.


136 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page