top of page

Reforma da previdência

Divulgação


Se os números estiverem certos, a economia que a Prefeitura terá com a aprovação da Reforma da Previdência será significativa. Hoje paga R$ 3 milhões por mês ao Ipreville sob a rubrica de “déficit atuarial”, fora a obrigação patronal. Com a reforma aprovada, esta contribuição baixaria para aproximadamente R$ 400 mil. Não se tem notícias sobre quando será aprovada esta mudança que prejudicará os servidores públicos municipais. Digamos que será em setembro. Se a tramitação fosse normal, estaria já aprovada em maio. Em três meses a Prefeitura teria economizado cerca de R$ 7.800. Daria para pagar uma das pontes da zona Sul. Por que está demorando a sua aprovação? Até o haitiano que chegou ontem em Joinville sabe que o projeto será aprovado!



Anote aí...(1)


O tal de Zé Trovão já seria eleito deputado estadual antes de 7 de setembro. Agora seria eleito deputado federal. Se ele for preso por ordem do STF – e tudo indica que o será – pode chegar a senador. O Alexandre de Moraes criando uma cobra para eles do PSDB em Santa Cataria.


Surpresas


O poder das redes sociais modificou o radar políticos. Candidato que ninguém conhece acaba eleito com expressiva votação. Um vereador de Joinville é o maior exemplo. Se elegeu com votos espalhados na cidade devido a sua atuação pelas suas redes sociais como bolsonarista e conservador. Aliás, tem sido um bom vereador.



Anote aí...(2)


Embora Gélson Merísio esteja na condição de favorito hoje como candidato a governador, o nome do PSDB para o cargo será Vinícius Lummert, atual secretário de turismo e viagens (é esse nome mesmo) de João Dória. Mesmo sem ter seu nome lançado oficialmente, o ex-amigo de Luiz Henrique já recebeu o apoio dos tucanos de Joinville.


Imprensa


A face tendenciosa de alguns órgãos de imprensa no Brasil foi escancarada em 7 de Setembro. Mesmo com imagens de milhares de pessoas em todas as capitais apoiando o presidente (só em Joinville foram 25 mil) matéria do Globo.com afirmou que ...”mesmo com a baixa popularidade...”. Barbaridade.

Presos políticos

A imprensa internacional ainda não sabe (?) que no Brasil existem hoje presos políticos? Eles existem. O pior: não pode ser terroristas ou defenderem a derrubada de um governo democraticamente eleito. O crime é ofender membros do STF, prisão esta decretada por um de seus ministros. Entre os presos políticos um presidente de partido da situação e um deputado federal bolsonarista.


Alerta


Manifestação de 7 de setembro, bares abertos, poucas pessoas nas calçadas com máscaras, filas principalmente na Caixa Econômica Federal do centro e outros indícios de que a vida em Joinville voltou ao “normal”. Estamos sob a ameaça da variante Delta da Índia e está vindo a variante Beta da África do Sul. Te cuida Latorraca..., como dizia o personagem de Chico Anísio.


Desculpa?


Prefeito Adriano B. Silva disse que não iria (e não foi) na manifestação para evitar aglomeração. Apropósito, este foi o motivo da ausência deste colunista. É importante lembrar que antes de se eleger, Adriano era (ou ainda é?) bolsonarista. Ao lado do país Ney esteve em Brasília e pousou para uma foto a três com o então candidato JB.

Estacionamento

Informações da Prefeitura indicam que o “Modelo Udo” de estacionamento rotativo será mantido. Não deu certo, mesmo sendo gratuito. Difícil encontrar vagas no centro, sobretudo na rua Princesa Isabel. A fiscalização era e ainda é insuficiente. E os comerciantes não reclamam.


Dizem


Uma emissora de FM está esperando uma decisão da Justiça para mudar de gestão e que concessão da FM de Araquari vai mudar de dono.

Loteamento

Uma família de Joinville tem uma extensa área em Araquari há décadas. Em sociedade com o empresário Madeirinha (A.Becker) irão lançar um loteamento com 800 unidades. Na mesma área lotes industriais, mas estes precisam de aprovação. Em poucos anos mais de 1.500 pessoas no município vizinho.


Dário do Norte


Em entrevista ao colunista Upiara Bochi em Florianópolis, o prefeito de Araquari Clenilton Pereira afirmou que será o “Dário do Norte”. É que Dário Berger foi prefeito de São José e depois de Florianópolis. Clenilton que ser prefeito de Joinville em 2026 pelo PSDB. É possível, já que o partido em Joinville sofre de desidratação e órfão desde a morte de Tebaldi.


Até amanhã

-- Luiz Verissimo 47 9 99644082

74 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page