top of page

Presa mulher que assinou plano de voo da Chapecoense


Celia Castedo, controladora de voo. imagem: reprodução SporTV


A Polícia Federal, prendeu na quinta-feira (24/09), em Corumbá/MS, a boliviana Celia Castedo, controladora responsável por assinar o plano de voo do avião da Chapecoense, em 2016. A ordem de prisão foi assinada por Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal. Conforme a sentença, Celia é dada como 'procurada pela Justiça boliviana para responder pela suposta prática do crime de atentado contra a segurança no espaço aéreo. A decisão do STF determina a extradição da investigada. Ela morava no Brasil desde 2016, quando solicitou asilo alegando ameaças desde suas declarações sobre o voo. A controladora assinou o plano de voo da Lamia, que transportava o time brasileiro. O documento em questão mostrou que o piloto decolou da Bolívia para a Colômbia sem a quantidade suficiente de combustível para realizar o voo até o destino. O desastre terminou com 71 pessoas mortas, entre jogadores da Chapecoense, comissão técnica, jornalistas e funcionários da companhia aérea. Todos embarcavam para a final da Copa Sul-Americana, que seria disputada na Colômbia.

Avião que caiu com a delegação da Chapecoense.


80 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page