top of page

Morre o cartunista Ziraldo

Ziraldo criou “O Menino Maluquinho"

divulgação


De acordo com a família, Ziraldo morreu dormindo, quando estava em casa, no Rio de Janeiro, por volta das 15h, deste sábado (6).

O cartunista criou o Menino Maluquinho e era um dos mais aclamados escritores infantis do Brasil. A vida de Ziraldo foi dedicada à escrita e ao desenho. Ele escreveu mais de 200 livros durante a carreira.


Além de Menino Maluquinho, Ziraldo criou Turma do Pererê; Jeremias, O Bom; Supermãe e Mineirinho.

Nascido em Caratinga (MG), Ziraldo foi chargista, pintor, escritor, dramaturgo, cartazista, cari

caturista, poeta, cronista, desenhista, apresentador, humorista e jornalista.


O artista iniciou a carreira na Folha de S. Paulo em 1954, quando o jornal se chamava Folha da Manhã. À época, atuou em uma coluna dedicada ao humor.

Ziraldo ganhou fama quando trabalhou no O Cruzeiro e no Jornal do Brasil, entre 1957 e 1963.

Durante a ditadura militar, fundou O Pasquim, tabloide de oposição do regime.




111 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page