top of page
  • Foto do escritorRDB

Letrinhas do RDB

com Roberto Dias Borba


Casa pequena e não tem outra


Uma semana de grandes notícias, grandes projetos e que mostram que o esporte de Joinville está nadando em recursos. É modalidade subindo para uma Liga Nacional; a outra está acertando com um medalhão para voltar ao cenário brasileiro. E onde todos irão jogar? Todos olham para a mesma direção e não conseguem ocupar o espaço no mesmo tempo, tendo ainda que compartilhar o local com eventos culturais.


O Centreventos Cau Hansen não consegue ter braços para receber todos os esportes e ainda atender um calendário cultural. As mesmas vozes que alardeiam que Joinville está no cenário nacional nunca conseguem colocar a razão na frente da emoção para apresentar e defender um projeto para a sua modalidade. Estamos na maior cidade de Santa Catarina e que não consegue ser grande o mínimo com obras de melhorias e ampliação na sua estrutura para o esporte. É a maior cidade catarinense, mas a mais pobre em apoio ao esporte e não consegue olhar além dos cifrões nos bolsos dos seus gestores. Pensar e planejar visando o futuro ainda é o maior desafio.


Centreventos: superlotação de modalidades

foto: Alfredo Leo Daberkow


Futsal atravessa a fronteira


O Centreventos Cau Hansen volta a receber o Festival de Dança, nas duas última semanas de julho. Isso representa que o local será de uso exclusivo para os dançarinos, levando o JEC Futsal a ter que levar seus jogos para outro local. A princípio o futsal iria mandar seus jogos no ginásio do Sesc, quase vizinho do Centreventos, mas a empresa de canos de PVC usou de outra estratégia para divulgar sua marca.


O tricolor das quadras fechou parceria com a prefeitura de Paranaguá/PR para mandar as partidas contra o Cascavel e Marreco, nos dias 16 e 31 de julho, na Arena Albertina Salmon, principal ginásio da cidade paranaense. JEC Futsal e a “cidade mãe do Paraná” criaram grandes laços na última Copa Mundo do Futsal sub-21, competição em que o tricolor conquistou o vice-campeonato em final disputada contra o espanhol Barcelona. Na ocasião, mais de 1.500 torcedores se deslocaram de Joinville para Paranaguá para apoiar a equipe.



Atletismo renasce a cada dia


O 1º Festival de Atletismo Corville Jovens Talentos em cinco categorias - sub-8, sub-10, sub-12 e sub-14, realizado na manhã de sábado (25), na pista da Univille, reforça o vínculo com as novas categorias. Esta tarefa de redescobrir o atletismo a cada dia está a cargo dos grandes campeões que o atletismo de Joinville tem à disposição agora como treinadores - Lauro Holzapfel, Margit Weise, Flávio Pscheidt, Alceu Cavalett, João Carlos dos Santos, Aline Bandeira, Kaynan Xavier Hack.


Uma festa de reconstrução do atletismo, onde as novas gerações sentem a realidade que a modalidade precisa enfrentar a cada dia nos treinos na surrada pista de chão batido. Mesmo assim, a cada instante a Corville está formando novos campeões e recordistas, que atravessam as fronteiras de Joinville para divulgar a nossa cidade e trazer importantes resultados.


Jovens talentos em contato com os nossos campeões


De olho nas cataratas de Foz


O 13º jogo da fase de classificação do JEC Futsal ocorre nesta segunda-feira (27), às 19 horas, em quadra paranaense. O tricolor tenta a 10 vitória para voltar à segunda colocação, enquanto o Foz Cataratas, em 14º entre 22 concorrentes, procura obter a quinta vitória. O time de Paulinho Gambier, com 28 pontos ganhos, precisa vencer para passar à frente de Carlos Barbosa, vice-líder com 29 pontos, e do Cascavel, em terceiro também com 28. O líder é o Sorocaba, com 35 pontos. O próximo jogo do JEC Futsal pela Liga Nacional ocorre já no próximo sábado (2 de julho), às 17 horas, em casa contra o Joaçaba.


O tricolor tem ao mesmo tempo duas competições estaduais. Na Série Ouro, o líder JEC Futsal, com 19 pontos em sete jogos, encara o Jaraguá fora de casa no próximo dia 6 de julho, às 19h30. O time sub-21 representa o tricolor na Copa Santa Catarina, atuando pelo grupo A. A estreia foi na semana passada, em Lages, quando perdeu por 1 a 0. O próximo jogo será na sexta-feira (1º/7), às 19h30, em seu reduto, quando enfrenta Curitibanos. A fase de classificação se prolonga até 5 de novembro.



AJTA acerta a mira nesta semana


As 11 agremiações do tiro ao alvo seta que disputam o certame citadino da AJTA (Associação Joinvilense de Tiro ao Alvo) voltam a competir nesta semana, desta vez nos estandes da Sociedade Dona Francisca. Em cada dia, os atiradores têm prazo para tentar o alvo das 19h30 à meia noite). A sexta etapa, originalmente prevista para a semana passada, inicia na quinta-feira (29), com a participação das equipes do Estrela, Piraí, Operário e Döhler. Na quinta-feira (30) será a vez de atuarem as equipes do Esmeralda, Rio da Prata, Dona Francisca, Lírica e Cruzeiro Joinvilense. A etapa encerra na sexta-feira (1º/7) com a participação das equipes do Ipiranga e Alvorada. A sétima etapa, conforme o calendário da AJTA, ocorre já na semana seguinte, de 6 a 8 de julho, no Ipiranga.



Semifinais de tradicionais conhecidos


As quartas de final da 2ª Taça Agricultores do Vila Nova marcaram as despedidas de times que foram soberanos na fase de classificação. Apenas um dos melhores desempenhos da primeira fase – o Tigres – consegui chegar às semifinais, mas passando pelo difícil teste das cobranças de pênaltis. Após empatar no tempo normal com o Sem Migue por 4 a 4, o Tigres venceu na disputa por pênaltis pelo placar de 4 a 3.


Nos outros confrontos, o Águas Vermelhas goleou o Revolucionário Anaburgo por 4 a 0. O Avaí eliminou o Bom D´Copo pelo placar mínimo (1 a 0). E o União Estrada Blumenau passou para as semifinais ao vencer o então invicto Barcelona da Terra por 3 a 1.


Na manhã do próximo domingo (2/7), ainda sem local definido, os confrontos das semifinais serão Águas Vermelhas x Tigres e Avaí x União Estrada Blumenau.



Primeirona entre invictos e surpresas


Em apenas três rodadas, a fase de classificação da Primeirona já mostra uma situação bem interessante. A classificação mostra três invictos, cada um em posição diferente, que são o líder Paraíba (e também a boa surpresa), o vice ACM e o quarto colocado Pirabeiraba. A surpresa negativa após estas três rodadas fica por conta do Juventus, penúltimo colocado, e que está na zona de rebaixamento. A recuperação é possível por ainda estarem em disputa mais seis rodadas, mas para o Moleque Travesso do Iririú não será tarefa das mais fáceis ao enfrentar na próxima rodada o Tamandaré.


253 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page