top of page

Joinville está de aniversário


A "Manchester Catarinense" celebra 173 anos de fundação



Neste final de semana, acontece a celebração do aniversário de Joinville. As festividades começam hoje(9), com a Homenagem aos Imigrantes no Cemitério dos Imigrantes. Em seguida, às 9h30, na Avenida Beira Rio, acontece o Desfile Comemorativo ao Aniversário de Joinville.

Mais de 110 instituições e entidades participarão do desfile, tornando este ano o de maior participação registrado pela Prefeitura de Joinville.


No domingo, dia 10, teremos a terceira edição do evento O Farol para os Joinvilenses, na Rua Max Colin. O evento incluirá feira, atividades recreativas, apresentações e exposições. No mesmo dia, ocorrerá a entrega da obra de pavimentação do Eixo Copacabana.

A programação do aniversário da cidade também inclui a entrega da Medalha Dona Francisca para Margit Olsen e a inauguração da Travessia do Morro do Amaral.


A história


Na década de 20 Joinville já exibia modernidade com os calhambeques circulando pelo centro


Joinville é a maior cidade do estado, com uma população de 616.317 habitantes de acordo com o Censo de 2022 do IBGE. A cidade tem um elevado Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 0,809, ocupando a 21ª posição nacional. Joinville é conhecida por vários apelidos, como "Manchester Catarinense", "Cidade das Flores", "Cidade dos Príncipes" e "Cidade da Dança", destacando-se por sediar o Festival de Dança de Joinville, considerado o maior do mundo, a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.


A cidade foi inicialmente chamada de Colônia Dona Francisca em homenagem à princesa Francisca de Bragança, que se casou com o príncipe francês Francisco Fernando de Orléans. Posteriormente, o nome foi alterado para Joinville, em honra ao príncipe. A história de Joinville remonta ao século XIX, quando imigrantes germânicos, suíços e noruegueses contribuíram para o seu desenvolvimento, tornando-a um importante centro industrial, com destaque para os setores metal-mecânico, têxtil, alimentício, de softwares e eletrônicos.


Os primeiros habitantes da região, no entanto, datam de 4800 a.C., com evidências encontradas em sambaquis e sítios arqueológicos. Os índios tupis-guaranis, especificamente os carijós, também habitavam a área quando os primeiros imigrantes europeus chegaram. No século XVIII, famílias de origem portuguesa se estabeleceram na região, dedicando-se à agricultura e adquirindo lotes de terra para cultivar diversos produtos.





185 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

תגובות


bottom of page