top of page

Joinville confirma sexto caso de Monkeypox


A maioria das pessoas com idade inferior a 50 anos nunca tomou vacina contra varíola


Na quinta-feira (18/8), a Prefeitura de Joinville recebeu a confirmação do sexto caso de Monkeypox - Varíola dos Macacos- na cidade. Trata-se de uma mulher, de 38 anos, moradora da Zona Leste, que teve início dos sintomas em 29 de julho.


A paciente contaminada recebeu atendimento em uma Unidade de Pronto-atendimento, onde coletou exames. Atualmente, segue monitorada pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde de Joinville em estado estável, cumprindo isolamento domiciliar.


Prevenção


- Evitar contato com pessoas infectadas;

- Higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel;

- Evitar usar objetos de pessoas contaminadas ou com lesões na pele;

- Residentes e viajantes de países endêmicos devem evitar contato com animais doentes (vivos ou mortos) que possam abrigar o vírus da varíola dos macacos (roedores, marsupiais e primatas) e não devem comer ou manusear caça selvagem.


Vacinação


Segundo o Instituto Butantan, a vacinação contra a varíola comum mostrou ser protetora contra a varíola dos macacos.


O órgão afirma que “embora uma vacina (MVA-BN) e um tratamento específico (tecovirimat) tenham sido aprovados para a varíola, em 2019 e 2022, respectivamente, essas contramedidas ainda não estão amplamente disponíveis.


E populações em todo o mundo, com idade inferior a 40 ou 50 anos, não tomam mais a vacina, cuja proteção era oferecida por programas anteriores de vacinação contra a varíola, porque estas campanhas foram descontinuadas”.

96 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page