top of page

JEC goleado, endividado e com futuro incerto


JEC goleado pelo Marcílio Dias no estádio Dr. Hercílio Luz

foto: Vitor Forcellini/JEC


Com dois gols de Zé Vítor e um de Douglas Packer, nos minutos finais da partida, o Joinville foi goleado pelo Marcílio Dias, na tarde de domingo (06/02), na cidade de Itajaí, em jogo válido pela 5ª rodada do Campeonato Catarinense. O JEC somente não está na lanterna pelo saldo de gols. Isso porque o Juventus também foi goleado, por 5 a 0, para o Barra, em Jaraguá do Sul.


Sem Série D novamente


Não bastasse a campanha sofrível que o Tricolor está fazendo na edição 2022 do estadual, onde não conseguiu sequer uma vitória, ainda vê equipes que normalmente estariam na parte de baixo da tabela de classificação liderando a competição. O que torna a possibilidade de o Coelho conquistar uma das três vagas na Série D do ano que vem improvável.

Hercílio Luz tem 13 pontos, enquanto Camboriú e Concórdia somam 10 pontos. Na hipótese remota de o Joinville, vencer todas as partidas restantes chegaria a 14 pontos. Mesmo com 100% de aproveitamento o JEC teria que torcer para essas três equipes que brigam por vagas na Série D perderem quase todas as partidas até o final da competição. Nem o mais otimista dos torcedores do Joinville vai acreditar nesta combinação.

Neste momento resta ao Joinville se concentrar em evitar o rebaixamento à 2ª divisão catarinense. Seus rivais nesta disputa são Barra e Juventus.


Dívidas do clube


Some-se a isso as dívidas do Joinville que passam dos R$ 40 milhões. Alguém vai lembrar que Figueirense e Chapecoense têm dívidas maiores. Sim, é verdade. Mas o Figueirense tem uma Série C pela frente e a Chapecoense disputará a Série B. Competições que levam torcedores ao estádio, atraem sócios e patrocinadores e até recursos provenientes dos direitos de transmissão dos jogos.


Renúncia


Após a derrota para o Marcílio Dias correram rumores de que o presidente do Joinville renunciaria. Pela manhã Charles Fischer utilizou as redes sociais do clube para negar que esteja pensando em deixar o comando do JEC. No comunicado oficial o dirigente afirmou que o momento não é de abandonar. Disse ainda que vai trabalhar e buscar soluções. Encerrou pedindo apoio de todos no momento que definiu como complicado do Joinville Esporte Clube.

214 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page