top of page

Inicia instalação das câmeras do Joinville Sempre Alerta




Começou a instalação dos postes da primeira etapa do Programa Joinville Sempre Alerta, nesta quarta-feira (25), na esquina das ruas Caçador e Concórdia, no bairro Anita Garibaldi. O poste tem quatro câmeras que serão integradas à central de monitoramento da Secretaria de Proteção Civil e Segurança Pública (Seprot). As imagens das mais de 1,7 mil câmeras serão utilizadas por todas as forças de segurança pública da cidade.


A instalação de 1.728 câmeras de monitoramento será feita em 432 pontos estratégicos da cidade, como espaços próximos das Escolas e Centros de Educação Infantil, praças e parques, além de locais com grande fluxo de veículos e aqueles que precisam ser monitorados em razão das condições climáticas. As câmeras gravam em alta resolução e possuem tecnologia que melhora a qualidade das imagens capturadas durante a noite. O material gravado é armazenado por até 15 dias.


“A fase de operacionalização do projeto começa agora. Vamos seguir com o cronograma e a fase seguinte que é a implantação de tecnologia nesses equipamentos. Nessa primeira etapa, a empresa contratada tem 90 dias para instalar, em média, 40 equipamentos desses por semana. Claro que temos que levar em consideração as questões climáticas”, informa o secretário de Proteção Civil e Segurança Pública, Paulo Rogério Rigo.





Sistema Seprot



Após a colocação do poste, é feita a solicitação para ligação de energia, em seguida para a operadora de telefonia instalar a internet e, a partir daí, as imagens em tempo real estarão dentro da secretaria. As câmeras ativadas são integradas com o sistema da Seprot. Os postes têm aproximadamente seis metros de altura e entre duas e quatro câmeras em cada uma das estruturas.


“Estamos iniciando a instalação pela região central e vamos expandindo. Já temos o cronograma para a cidade toda e todos os bairros serão contemplados com esses equipamentos”, explica Rigo.


A utilização das imagens será um ganho para órgãos como a Defesa Civil. “Essas câmeras são ferramentas importantes no monitoramento principalmente para eventos de inundação e alagamento. Além disso, é importante para o monitoramento de risco para alertar a população. É um ganho tanto na agilidade das informações como também nos locais que estão sendo afetados por enchentes”, avalia o gerente da Defesa Civil de Joinville, Maiko Richter.

129 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page