top of page

Guarda Costeira confirma morte dos 5 tripulantes


Esta imagem sem data, cortesia da OceanGate Expeditions, mostra o submersível Titan em uma plataforma aguardando sinal para mergulhar.


Após encontrar um campo de destroços próximo ao local em que estavam sendo realizadas as buscas do submersível Titan, da Ocean Gate, a Guarda Costeira norte-americana confirmou que os destroços consistiam com peças da parte traseira do submersível, mas que também encontraram destroços adicionais que foram analisados por especialistas para confirmar uma "catástrofe" de pressão na cabine onde estavam os tripulantes.


"Com essa determinação (da morte dos tripulantes) nós notificamos imediatamente às famílias. Em nome da Guarda Costeira dos Estados Unidos e de todo o comando unificado eu aqui trago os nossos pêsames para as famílias e espero que essa descoberta traga algum conforto nesse momento tão difícil", pontuou John Mauger, contra-almirante da Guarda Costeira dos EUA.


De acordo com a equipe, os destroços são consistentes com uma implosão, entretanto, Mauger confirma que ainda continuarão as buscas no local para entender como o acidente ocorreu.


"Esse é um caso extremamente complexo. Nós ainda estamos trabalhando e analisando detalhes para saber a linha do tempo desse acidente", completou o contra-almirante. As autoridades acreditam que o acidente esteja apenas a 487 metros da proa dos destroços do Titanic.


Além disso, como se trata de um local de difícil acesso, o contra-almirante afirma que não pode confirmar a possibilidade de recuperar os corpos dos cinco passageiros a bordo do submersível Titan.

156 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page