top of page

Fotos de 158 anos atrás mostram Carnaval de Joinville



Neste ano, quando os foliões vestirem suas fantasias para desfilar e brincar na avenida Beira-Rio nos dias 11 e 12 de fevereiro, ou festejarem nos bailes dos dias 18 e 19 de fevereiro, estarão lembrando um movimento iniciado em Joinville há 158 anos. A primeira festa de Carnaval da cidade de que se tem registro foi realizada em 5 de março de 1865, em um domingo à tarde, no salão de August Kalotschke.


“É claro que o Carnaval não era como hoje, já que estamos falando de mais de 100 anos atrás, mas havia uma necessidade de promover uma festa porque os joinvilenses estavam entediados. A Colônia Dona Francisca havia sido iniciada há apenas 14 anos. Por isso, podemos afirmar que o Carnaval foi uma das primeiras manifestações culturais de Joinville”, explica o professor Joceli Fabrício Coutinho, que realizou uma extensa pesquisa sobre o tema utilizando, entre outras fontes, o Arquivo Histórico de Joinville.


A festa foi repetida no ano seguinte e, segundo o jornal Colonie Zeitung, começou com a chegada do “Rei Momo” ao porto da Colônia, às margens do Rio Cachoeira. Os jornais do fim do século XIX também mostram a celebração do Carnaval nas décadas seguintes, com bailes em salões e “passeatas com música às tardes” — aos quais nem todos compareciam porque queriam preservar energia para dançar à noite.


Até 1930, as festas ainda tinham bastante influência dos Carnavais europeus, com a tradição dos bailes de máscaras e do Entrudo, uma brincadeira importada de Portugal em que a população jogava água e outros líquidos, geralmente em pessoas desavisadas que estavam passando na rua. Entre eles estavam as laranjinhas e limões de cheiro, que apareciam até em anúncios do comércio joinvilense sobre os produtos disponíveis para o Carnaval, junto às serpentinas e confetes.


“Joinville imitava os grandes centros, sempre buscando novidades para o Carnaval do ano seguinte. Nos anos 1870 e 1880, já há registros do quanto o comércio aquecia vendendo artigos de Carnaval”, explica Fabrício.


O Carnaval ganha as ruas de Joinville




Os desfiles nas ruas centrais começaram a ser organizados efetivamente na primeira década do século XX, principalmente com a presença do grupo do “Zé Pereira”, como eram chamados os animados percussionistas que tocavam tambores pelas ruas.


Em 1908, há o primeiro registro de um desfile carnavalesco mais parecido com os moldes atuais e, em 1914, os joinvilenses desfilaram pelas ruas do Centro atrás de seis carros alegóricos.


Em 1988, a Rua do Príncipe foi palco de um grande espetáculo, com o desfile aberto pelo então tradicional Bloco das Depravadas, seguido pelo bloco Prisma e pelas Escolas de Samba Unidos do Boa Vista e Príncipes do Samba.




Carnaval 2023 terá desfile, encontro de blocos e atrações para crianças


Em 2023, o Carnaval de Joinville retorna após dois anos interrompido pela pandemia da Covid-19. A programação começa em 4 de fevereiro, com o Grito de Carnaval no Jardim do Museu de Arte de Joinville (MAJ) e tem o ponto alto na noite de 11 de fevereiro, com o Desfile das Escolas de Samba na Avenida José Vieira (Beira-rio).


No dia 12, a programação inicia à tarde, com o Carnaval da Família, incluindo Carnaval Infantil, Rua do Lazer e Pet Folia e o Encontro de Blocos. No fim de semana seguinte, serão realizados os Bailes de Carnaval da Liga, com festas para crianças e adultos, promovidos pela Liga de Sociedades Joinvilense. A realização do Carnaval de Joinville é da Liga das Escolas de Samba de Joinville com a Prefeitura de Joinville, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo.

153 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page