top of page

Fernando Diniz é demitido da Seleção


foto: CBF


Nesta sexta-feira(5), Fernando Diniz foi demitido do comando da Seleção Brasileira. A saída do técnico acontece após o retorno de Ednaldo Rodrigues à presidência da CBF. O dirigente foi reconduzido ao cargo na última quinta-feira pelo ministro do STF Gilmar Mendes.

Fernando Diniz esteve no comando do Brasil apenas seis vezes. No entanto, com pouco tempo nas datas Fifa, o treinador não conseguiu implementar seu modelo de jogo na Canarinho e acabou tendo um maior número de derrotas do que de vitórias.


Com Diniz à beira do gramado, a Seleção Brasileira teve, em 2023, seu pior início de Eliminatórias da Copa do Mundo na história: foram apenas dois triunfos, contra os últimos colocados Bolívia (5 a 1) e Peru (1 a 0). Ainda houve um empate em casa com a Seleção da Venezuela (1 a 1).

Além de ter sofrido três reveses, os maus resultados aconteceram de maneira consecutiva. Primeiro, o Brasil de Diniz perdeu para o Uruguai, no Centenário, e encerrou uma série invicta de 37 jogos na competição qualificatória.


A segunda derrota foi contra a Colômbia, fora de casa, enquanto a última foi contra o principal rival da Amarelinha no continente: a Argentina. Em pleno Maracanã, em um duelo marcado por uma confusão nas arquibancadas, a Seleção foi superada por 1 a 0.

Com isso, Diniz deixa o comando da Seleção Brasileira com apenas 38% de aproveitamento. O técnico do Fluminense deixou a equipe na sexta posição nas Eliminatórias, com somente sete pontos conquistados em seis rodadas.


Sem Diniz, ainda não se sabe quem será o técnico da Canarinho nos dois amistosos que o Brasil tem marcados para março desse ano. O time brasileiro enfrentará Espanha e Inglaterra nos duelos.




319 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page