top of page

Faustão recebe coração em tempo recorde

Hospital Albert Einsten informou que a operação foi bem-sucedida e que o comunicador está na UTI para controle de rejeição

divulgação Band


Com outras 386 pessoas à espera do órgão, na fila do Sistema Único de Saúde (SUS), o hospital Albert Einstein, em São Paulo, recebeu, neste domingo (27), um coração para transplante e, com isso, o apresentador Fausto Silva, o Faustão, foi operado.

O tempo para receber a doação, segundo especialistas, poderia variar de dois a 18 meses. Mas, felizmente para o apresentador, não chegou nem perto disso.


Menos de uma semana depois, Faustão já recebeu o coração - de um doador de 35 anos - e até passou por cirurgia. A informação foi confirmada pelo Hospital Israelita Albert Einsten, onde ele está internado desde 5 de agosto. A rapidez no transplante se deu porque o apresentador estava incluído como paciente prioritário por causa do estado de saúde. Ele era o segundo na fila com o tipo sanguíneo B-.


O boletim médico ainda indica que a operação durou cerca de 2h30. Ele é assinado pelo cardiologista Fernando Bacal; pelo cirurgião cardiovascular Fábio Antônio Gaiotto; pelo cirurgião cardiovascular Fábio Antônio Gaiotto; e pelo diretor médico do Einstein, Miguel Cendoroglo Neto.


A instituição de saúde também informou que a operação foi bem-sucedida e que o comunicador está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para controle de rejeição. As primeiras horas são cruciais para que o corpo não considere o novo órgão uma "ameaça".


A fila de transplantes é organizada pelo SUS e unificada entre todos os pacientes aptos para a cirurgia. O posicionamento de cada pessoa é dado a partir de uma série de critérios rígidos que envolvem principalmente a gravidade do caso e a taxa de sucesso do transplante.




121 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page