top of page

Entre desafios e esperanças

Tome Nota com Enio Alexandre

Bairro Bom Pastor, em Tubarão


No dias atuais, somos bombardeados por notícias que nos fazem questionar o rumo da humanidade. O cenário internacional, marcado por conflitos como os da Rússia com a Ucrânia e Israel com o Hamas, ecoa como um lembrete doloroso de que a paz global é uma conquista frágil.


Junto a isso, a natureza se manifesta com fúria, como testemunhamos nas inundações que assolam Santa Catarina. A urbanização desenfreada, o asfalto que impermeabiliza o solo e a ocupação de encostas tornam os eventos climáticos cada vez mais ameaçadores. Com o aumento da população, os furacões, incêndios e terremotos encontram um público maior e mais vulnerável, exigindo preparação.


Em meio a esse cenário, a velocidade da informação é uma faca de dois gumes. Na minha infância, lembro quando a notícia da guerra entre Irã e Iraque chegava através das páginas semanais da revista Veja. Hoje, uma explosão em Gaza é compartilhada em todo o mundo instantaneamente, alimentando a ansiedade coletiva. No entanto, este mundo digital também é o palco para as temíveis fake news, disseminando informações que, por vezes, levam tempo para serem desmentidas.



Radar meteorológico instalado em Joinville


A tecnologia, por outro lado, emerge como uma aliada valiosa na luta contra os desastres naturais. A previsão eficaz do período de chuvas intensas em Santa Catarina foi um salva-vidas literal, permitindo a evacuação e minimizando a tragédia humana. No entanto, a dimensão econômica desses eventos é mais complexa de se conter.


As guerras, por sua vez, desafiam até as nações mais avançadas em tecnologia e serviços de inteligência, como o caso de Israel nos lembra. A imprevisibilidade desse cenário faz com que a paz global seja uma busca bem mais complicada.


Neste contexto, prefiro manter o olhar voltado para o horizonte do otimismo. Estamos aprendendo valiosas lições com estes eventos climáticos. Os radares meteorológicos tornaram-se nossos sentinelas, e a tecnologia, quando bem utilizada, é nossa grande aliada. As pessoas agora evitam certas rotas, se preparam para as cheias e, felizmente, muitas vezes abandonam os locais vulneráveis à inundação.


Diante dos desafios que o presente nos impõe, resta termos resiliência e esperança. Nosso mundo, apesar de tudo, ainda possui o potencial para a mudança e a transformação positiva. É nosso dever agir, aproveitando o poder da tecnologia para o bem de todos, e assim, construir um futuro mais seguro para a nossa e para as próximas gerações.




154 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page