top of page

Definida empresa que vai construir a ponte da Estrada Quiriri


foto: Secom/Joinville


A Secretaria de Administração e Planejamento (SAP) publica nesta quinta-feira (1º/6) a homologação do resultado da empresa vencedora do edital de licitação para a construção de uma nova Ponte da Estrada Quiriri, sobre o Rio Cubatão, em Pirabeiraba. Essa é a primeira licitação de obra aberta e homologada pela Prefeitura de Joinville com a nova Lei de Licitações (Lei 14.133/2021). Com isso, essa primeira parte do processo que levava em média 120 dias, foi realizado em 20 dias.


“É uma mudança facilitadora, que desburocratiza e acelera o processo licitatório, já que a análise é feita somente da empresa que apresentou a menor proposta. Outra mudança é a fase de recursos que agora fica restrita a uma única etapa ao longo do processo todo”, explica Silvia Cristina Bello, diretora executiva da Secretaria de Administração e Planejamento.


Outro benefício com a aplicação da nova Lei é que a Prefeitura teve redução de gastos. Antes, era preciso, no mínimo, duas publicações no Diário Oficial do Estado referentes ao julgamento da documentação e da proposta. A redução é de aproximadamente R$ 500 em cada processo. A economia do município chega a R$ 40 mil, se considerar os processos de um ano, com gastos de publicação apenas no Estado, sem contar os da União.


Joinville foi o primeiro município do Brasil a publicar concorrência eletrônica pela nova Lei de Licitações.


A empresa vencedora da licitação para a obra da nova Ponte da Estrada Quiriri é a Fator3 Construções Ltda e o valor contratado para a obra é de R$ 3.999.900,00. A licitação foi publicada em 4 de abril na modalidade concorrência com critério de julgamento o menor preço global e modo de disputa aberto.


O projeto prevê duas pistas e dois passeios, cada um com 1,2 metro para atender a acessibilidade. A nova Ponte da Estrada Quiriri será em concreto armado. A estrutura, com extensão 60,5 metros e largura de 8,8 metros, permitirá o aumento da capacidade de carga e possibilitará redução expressiva na manutenção. A obra inicia após a entrega da Ordem de Serviço.


No final do mês de novembro de 2022, após uma forte chuva que atingiu a região de Joinville, parte da ponte foi levada pelo rio e a estrutura não pode mais ser utilizada. Desde então, os moradores que precisam passar pelo local utilizam a Ponte Coberta. Já os caminhões mais pesados precisam utilizar um acesso mais distante.







128 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page