top of page

Como acalmar seu pet em meio aos fogos do Réveillon?


Cães e gatos têm capacidade auditiva duas vezes maior que o ser humano


Os fogos de artifício são sempre um transtorno para cães e gatos durantes as festas de final de ano. E os donos sofrem junto. Apesar de haver lugares proibindo os fogos de artifício sonoros, estes artefatos ainda fazem parte da cultura de comemoração dos brasileiros.

Por isso, para donos de felinos e caninos domésticos, é fundamental conhecer as técnicas de proteção da audição e da saúde mental dos animais.


Carinho e proteção


O Conselho Federal de Medicina Veterinária dá algumas dicas sobre isso. A primeira delas é sobre a necessidade de presença dos tutores juntos ao animal durante as celebrações. E se o bicho começar a sofrer muito, os donos podem abraçá-los para que se sintam protegidos. A companhia de humanos com os quais ele está acostumado é reconfortante em momentos de tensão.

Se possível, é indicado aos tutores manterem o pet em um ambiente fechado, que abafe o som. O pior a se fazer é deixá-lo em locais abertos, onde o som se propaga, em especial, em sacadas no alto de prédios, onde os barulhos são mais potentes. Amarrar uma faixa cruzando o peito do bichinho, simulando um abraço, também pode ajudá-lo a se sentir protegido.


Cômodo silencioso


É importante lembrar que, um ambiente aparentemente confortável para um ser humano pode não ser para um animal. Cães e gatos têm uma capacidade auditiva duas vezes maior que a do ser humano e os donos devem levar essa diferença em conta ao escolherem o cômodo onde abrigar o bicho.

Se não há um quarto fechado no qual o animal possa ser abrigado, é importante dar a ele algum refúgio embaixo de camas ou mesmo em casinhas e caixas de transporte. Neste caso, o ideal é que os donos fiquem próximos.


Atividades relaxantes


O barulho excessivo dos fogos deixa o animal estressado, por isso, se ele puder fazer atividades durante o dia que o ajude a queimar energia e relaxar, o sofrimento pode ser menor quando o barulho começar.


Entretenimento


Durante o foguetório, também é importante que cães e gatos possam ter algo com que se entreter. Alimentá-lo durante esse momento ou deixar os brinquedos preferidos à disposição pode ser uma boa estratégia.


Como os fogos afetam os pets?


A alta sensibilidade auditiva dos animais faz com que o som seja percebido com mais intensidade. E o estresse causado por isso afeta o corpo dos animais, levando a crises de ansiedade que podem resultar em reações como tremores, vômito, língua de fora. Alguns ficam escondidos e apresentam medo do tutor, outros reagem latindo.





128 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page