top of page

Brasil quebra recordes no Pan 2023 de Santiago

A joinvilense Helena Wenk conquistou a medalha de prata no vôlei feminino

foto: Gaspar Nobrega/COB


O Time Brasil tem muitos motivos para celebrar os resultados alcançados nos Jogos Pan-americanos de Santiago. Esta foi a mais bem-sucedida campanha na história do esporte brasileiro, superando o desempenho em Lima-2019. Durante o evento, foram estabelecidos novos recordes e alguns tabus foram quebrados.


Na primeira semana, parecia uma tarefa árdua superar as performances de México e Canadá, que lideravam o quadro de medalhas. Até o nono dia de competições, o Brasil ocupava o quarto lugar. Entretanto, no dia seguinte, ultrapassou o Canadá, seguido pela superação dos mexicanos.


O segundo lugar no geral, ficando atrás apenas dos Estados Unidos, foi alcançado com grande vantagem: 66 medalhas de ouro, 77 de prata e 66 de bronze, totalizando 205 pódios. Isso representou quatorze medalhas de ouro a mais que o México, e uma diferença de 63 medalhas no total.


O resultado encheu de orgulho o Comitê Olímpico do Brasil. Rogério Sampaio, CEO do COB, ressaltou que muitos desses feitos foram realizados por jovens atletas e vislumbrou um futuro repleto de ainda mais recordes.






88 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page