top of page

Beco sem saída

Luiz Carlos Prates



Negativo, não há beco sem saída. E estou falando dos becos da vida. O único beco sem saída é o beco do ponto final. E ainda assim, ninguém sabe onde está esse “ponto final” e por ninguém saber muitos vão indo, vão indo e o beco fica cada vez mais longe. Isso está mais do que provado com pessoas desapegadas, pessoas simples, que respiram o ar sem queixumes nem comparações, pessoas sem apegos neuróticos e com bons amigos, por perto. Nesse roteiro, ninguém se vê em beco sem saída, mas... Fora disso, é o que mais se vê. Todos os dias muitas pessoas queixando-se de estar num beco sem saída. São pessoas que desconhecem o poder da filosofia milenar dos gregos, aquela do – “Se tu podes crer tudo é possível ao que crê”. Na vida sempre há alternativas, seja para o que for, mas é claro que a pessoa vai ter que fazer alguma coisa. Quantas mulheres, por exemplo, estão num casamento danoso, um casamento que nunca as fará felizes, mas não caem fora, quantas? A maioria. E assim pessoas num trabalho que não lhes é agradável, mas... Pelo dinheiro recebido vão ficando. E no vão ficando, o sangue se envenena com os hormônios da frustração e a pessoa, mais cedo ou mais tarde, aí sim, pode se meter num beco sem saída. E nesse caso, o beco é o ponto final. Tudo porque a pessoa não fez o que podia ter feito. Sempre é possível achar alternativas para a saída de nossos incômodos, mas é preciso ter coragem para levantar da cadeira, arregaçar as mangas e sair para as mudanças. Quantos fazem isso? Meia dúzia, a maioria é feita de gente atolada em credos errados, em pessimismos, em descréditos pessoais, em azares, em destinos, tudo causado pela covardia e, maioria, pela acomodação. O diacho é que a maioria só vai acordar quando já for tarde, quando de fato a pessoa está num beco sem saída... E já disse que nesses casos a saída é danosa, nem vou mais falar em ponto final. Temos saída para tudo, para tudo mesmo, mas é preciso lutar, crer, lutar ainda mais e... Finalmente, acender a luz para o bem viver e para a felicidade. Tudo é possível ao que crê.


Dinheiro

Nesta sociedade de valores encardidos é muito tapada a pessoa que diz não acreditar que o dinheiro tenha todos os poderes em “todas” as instâncias da sociedade. Que pessoa “santa”, ingênua mesma... Entre um pobre e um rico só alguém muito “aéreo” para não saber que o dinheiro dita preferências e favorece por primeiro. E se alguém com algum poder disser que não, aí já está a primeira prova...


Tempo

Faz uns... 13 anos, quase quebrei a mesa num comentário que fiz num dos nossos telejornais do meio-dia. Eu comentava o caso de uma guriazinha que andou – de ambulância - por cinco municípios do interior do Estado buscando internação hospitalar para tratar de um momento grave por que ela passava. Morreu numa dessas “viagens”, os hospitais, todos lotados, não tinham vaga para ela. E se ela fosse filha de ricaços, teria acontecido? Foi o que me enfureceu. Canalhas.


Falta Dizer

Será que eles “ligam” para o telefone dos bacanas, falsos bacanas, quero dizer? Estou falando de empresas chulé que ficam nos mandando ligações o dia inteiro, telemarketing, dizem os fora da lei. E ninguém com “poder” reage em nome das privacidades que alegam defender? Sacripantas. Estão brincando com o povo, cuidado…




109 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Komentar


bottom of page