top of page
  • Foto do escritorRDB

Alguém está subindo


O Caxias está próximo de confirmar uma das quatro vagas para as semifinais da Segundona

Foto: divulgação


Enquanto a Primeirona já definiu os rebaixados, que foram Itinga e Estrela do Sul, a Segundona tem ainda cinco rodadas para completar a fase classificatória e apontar o quarteto que estará disputando as duas vagas para pegar o elevador e chegar à elite do futebol amador joinvilense em 2022.

A primeira vaga das quatro em disputas desta etapa já tem a Serbi garantido. Outras duas estão bem encaminhadas pela Sercos e o Caxias, que podem se garantir na rodada deste domingo, dia 10. A quarta vaga está sendo ocupada atualmente pelo Estrela da Praia, mas perseguido de perto pelo Aventureiro e União do Oeste, mas Atlanta, União Timbé e até Insanos e Fluminense, os dois últimos colocados e com um pé na Terceirona, ainda reúnem condições.

A 14ª rodada, no domingo, começa pela manhã, às 10 horas, com Insanos x União do Oeste, no campo do Aventureiro, e prossegue às tarde, com todos os jogos iniciando às 15h15, com Sercos x Serbi, Aventureiro x Estrela do Sul, Fluminense x União Timbé e Caxias x Atlanta.

Ler, entender e interpretar

Cada vez que um professor passa uma prova, alguém da turma levanta a voz e lança: “Não entendi.” A interpretação também faz parte do teste e que se pratica também aqui na coluna. Feito a introdução, lembro do prognóstico que lancei antes da abertura dos quadrangulares da Primeirona. É que alguns entenderam que a minha opinião teria como finalistas Pirabeiraba e América.

Para alguns conseguirem uma melhor nota para não ficar em exame, repito o que tinha postado em 20 de setembro: “Pelo andar da carruagem, ou pelo desempenho da primeira fase, tudo indica que poderá ocorrer uma final, em jogo único, no dia 20 de novembro, entre os dois tradicionais papões de títulos, que são o Pirabeiraba e o América.

É possível que aconteça esta final, que seria uma repetição das últimas edições, e não vejo nenhum time em condições de ser superior aos dois primeiros colocados da primeira fase. Para isso, fica faltando ousadia e talento dos demais concorrentes. O que mais me surpreendeu positivamente na fase de classificação foi o sempre esforçado Morro do Amaral.”

Entendeu agora, Adílson Quandt. Mudo de opinião? Sou convicto no que escrevo, mas o que mudou foi a atitude de alguns times, destacando-se o Juventus com duas expressivas vitórias, enquanto os candidatos naturais deixaram de praticar seu melhor futebol. Só escrevo. Abandonei há muito tempo a insistência em querer entrar em campo. E já não daria mais por questões óbvias.


Chuvas, trovoadas e algumas previsões

A previsão de tempo para os próximos dias não é nada animadora para o pessoal que precisa correr pelos gramados da região de Joinville. Tempo nublado, com chuvas, é o que está previsto até o sábado, dia 9, com a possibilidade até do sol mostrar alguns sinais. No domingo, dia 10, não deve ter uma mudança radical, ficando apenas nublado. O que deve ocorrer com o tempo pode trazer uma instabilidade para os times amadores, dificultando o que já é complicado com relação a toque de bola em campos tomados pelas poças de água e a lama.

Gramados surrados

A série de times que surgem anualmente no futebol amador de Joinville aumenta cada vez mais o martírio da LJF para montar as tabelas dos campeonatos. A ausência de patrimônio destas agremiações é que resulta neste problema. E agora, com a chuva rondando os últimos dias, faz com que os gramados estejam cada vez mais prejudicados pela quantidade de jogos seguidos. A ACM/Estacaville, na Primeirona, e o União Timbé, na Segundona, pulam de campo constantemente por não ter uma residência fixa. O Timbé, por exemplo, já atuou na casa do adversário mesmo sendo mandatário por não ter onde atuar. Começou a Segundona na casa do União do Oeste e agora buscou amparo na Arena Miguel, no Jardim Paraíso. A Estacaville, na rodada passada, depois de não poder dividir o campo com o Aviação, foi se refugiar na Veterana. O verdão da Primeirona já esteve por um jogo na distante Estrada do Pico, no Centro Esportivo Cheyenne.

Dois times no mesmo campo

Os gramados divididos por dois ou mais times já se tornou uma rotina para a LJF distribuir os jogos em três divisões. No Estádio Antônio Cidral, o Aventureiro (na Segundona) passa a ser exclusivo depois da eliminação do Estrela do Sul na Primeirona. No bairro Boa Vista, o Estádio Aroldo Papagaio Vieira é dividido pelo Estrela da Praia e o Insanos, na Segundona. No São Luiz, na BR-101, campo é dividido pelo Atlanta (Segundona) e Joinvilense (Terceirona). No Jardim Iririú, o Estádio João Oligine (Amaji) é dividido pelo Paraíba (Primeirona) e Marítimo (Terceirona). E ainda querem reclamar que está chovendo muito e, com isso, prejudicando os gramados.

Casas novas na área

Poucas são as agremiações que ingressam nas competições da Liga Joinvilense de Futebol e oferecem novas opções em relação a campos. Os estreantes Adhemar Garcia estão atuando, respectivamente, na Associação de Moradores Loteamento Nova Joinville, no bairro Adhemar Garcia, e na Associação de Moradores Vila Paranaense, no bairro Comasa. Enquanto o Atlético Pirabeiraba coloca novamente no circuito o Estádio Ouro Verde, no bairro Vila Nova, que deixou de ser usado após a desativação do futebol da Krona.

Apito em boas mãos

O cargo de diretor de árbitros da Liga Joinvilense de Futebol, ocupado por muito tempo com competência pelo professor Ideraldo Luiz Marcos, falecido em 16 de setembro, passa a ser de responsabilidade de Edigilson Jelinsky, que também acumula a função de secretário. A nova função não é nenhuma novidade para Edigilson, que já atuou no apito e como assistente e vinha respondendo pelo cargo desde que o professor Neco estava em tratamento de saúde.

Oportunidade aos jovens

A desistência de Joinville da Olesc e Joguinhos poderá ser corregida ainda neste ano. E vai depender das cabeças pensantes (ou esquecidas) da Sesporte para aproveitar os atletas acima de 16 anos nas equipes que representação a cidade nos próximos Jogos Abertos, em São José. Uma oportunidade com um jeito nada convencional para a garotada num novo patamar.

Pegando o elevador

A última das três séries promovidas pela LJF, a Terceirona também está perto de concluir a fase classificatória. Restam quatro rodadas e o Adhemar Garcia já está entre os quatro semifinalistas. Nos jogos da 15ª rodada, neste domingo, dia 10, estão previstos confrontos entre times que estão ocupando os primeiros lugares. Isso significa que alguém pode ficar pelo caminho. Neste ano com nove participantes, apenas dois são remanescentes da última edição, com a chegada de uma nova safra de agremiações aos quadros de filiados da liga.

A rodada terá dois jogos pela manhã: MEC x NB, às 10 horas, no Estádio Severino Fiamoncini (no Jativoca), e Real Raia x Marítimo, às 10h15, no Estádio Eduardo Lickfett (Perna), no Itinga. E outros dois à tarde, ás 15h15: Joinvilense x Fagundes, no São Luiz (na BR-101), e Adhemar Garcia x Atlético Pirabeiraba, na Associação de Moradores Loteamento Nova Joinville, no bairro Adhemar Garcia. LETRINHAS DO RDB

Roberto Dias Borba

383 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page