top of page

Alfabetização em inglês na rede municipal

Tome Nota com Enio Alexandre

No programa Passando a Limpo, que foi ao ar na última quinta-feira(3), o ex-vereador Rodrigo Fachini, lembrou ter levantado a bandeira do ensino de inglês para crianças na rede pública de Joinville. Em um momento em que a educação é mais crucial do que nunca para pavimentar o caminho rumo a um futuro próspero, Fachini desafiou o status quo ao propor uma abordagem inovadora para o desenvolvimento educacional.

Os especialistas no tema afirmam que a alfabetização bilíngue favorece a criação de um repertório linguístico mais rico em diversos aspectos. E que, tratando-se do aprendizado para crianças, a primeira infância é a fase ideal para o ensino de duas línguas, sobretudo no período de alfabetização.


A ideia de proporcionar às crianças da rede pública municipal uma alfabetização bilíngue é uma medida audaciosa, que colocaria Joinville em outro patamar na educação. Afinal, a cidade deve se contentar em seguir os mesmos passos de todas as outras? Em uma sociedade em constante evolução, onde as fronteiras geográficas e culturais são cada vez mais fluidas, por que não abrir as portas para um futuro onde as crianças locais podem não apenas competir, mas também colaborar em nível global?


Muitas escolas particulares já adotam a alfabetização bilíngue, é preciso nivelar o campo de jogo educacional. Afinal, por que apenas os estudantes das escolas particulares devem ter acesso a essa oportunidade enriquecedora? É hora de eliminar as barreiras e oferecer a todos os jovens joinvilenses a chance de se tornarem cidadãos do mundo.



Albert Einstein em palestra, 1934


Para refletirmos há um famoso ditado de Albert Einstein: "Insanidade é fazer a mesma coisa repetidamente e esperar resultados diferentes". A busca por resultados diferentes exige ação, exige inovação, exige abraçar o desconhecido. Ao trazermos à tona a necessidade de um pensamento maior e mais audacioso, rompemos com o comodismo arraigado e convidamos Joinville a se destacar em um cenário educacional mais amplo.


Também não podemos deixar de mencionar as iniciativas recentes do governo estadual para expandir o acesso à educação superior em Santa Catarina. Este exemplo do governador Jorginho Mello é inspirador e mostra como Joinville pode liderar ao invés de seguir. Em vez de esperar por soluções de outras regiões, a cidade precisa tomar as rédeas de seu próprio destino educacional.






141 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page