top of page

A linda e os feiosos

Disrupção: Tudo com Raphael Rocha Lopes



“♫ Pretty woman walking down the street/ Pretty woman, the kind I'd like to meet/ Pretty woman, I don't believe you, you're not the truthNo one could look as good as you” (Oh, pretty woman, Roy Orbinson).


Semana passada minha linda mulher me mostrou a postagem de outra linda mulher, um pouco mais famosa: Julia Roberts. Linda, do alto dos seus 56 anos de idade. Na foto, jogando cartas pós café da manhã com sua sobrinha. Ao natural, sem maquiagens ou filtros.

Infelizmente, esse texto tem um pouco (ou um muito) a ver com o da semana passada.


Uma linda mulher ao natural

O problema da foto que ela postou na sua rede social não era a imagem em si, era a avalanche de comentários absurdos, sexistas, etaristas e só não tinha racistas e classistas porque ela é branca e rica.

Pessoas descontroladas, neuróticas, medíocres, julgando a atriz por conta de uma fotografia em que aparece ao natural, em momento descontraído em família, coisa que muita gente faz nas redes sociais.

Acredito que concordamos, você, leitor inteligente, e eu, que ela não precisa provar nada para ninguém; que o sucesso lhe bateu à porta e se instalou na sua sala de estar e convivem muito bem. Não é daquele tipo de artista que se envolve costumeiramente em polêmicas ou dá chiliques para chamar a atenção da mídia. Parece ser uma linda mulher bem resolvida.

Tão bem resolvida que publicou a foto que publicou.


Os feiosos

Não vou repetir pela enésima vez o pensamento de Umberto Eco, mas que cabe, cabe.

De todo modo, algumas pessoas perdem a compostura, o respeito e a decência quando abrem a tela de seus computadores ou celulares e não têm o menor pudor em criticar por criticar, no mais baixo nível, tudo o que lhes incomoda.

Só posso concluir uma coisa: esse tipo de virulência, numa situação como esta, é coisa de gente feia, feiosa, horrenda mesmo, daquelas tipo o corcunda Quasímodo. Se não fisicamente, totalmente de espírito. Horripilantes em seu interior, mal resolvidas. Gente que não tem espelho da alma.

Penso isso porque nada justifica ficar criticando, do jeito que criticaram, uma pessoa, atriz ou não, famosa ou não, bem sucedida ou não, branca ou preta, gorda ou magra, só porque ela não está como na foto do cartaz de Uma Linda Mulher. Só porque não está no ideário dessa gente sem ideias nenhuma. Os abomináveis haters de plantão.

Em tempo: Quasímodo era feito, muito feito, mas tinha coragem e bom coração. Por outro lado, esses haters...


115 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page