top of page

A carta do prefeito

Tome Nota com Enio Alexandre



O prefeito Adriano Silva expressou o propósito de esclarecer distorções geradas por indivíduos de má índole no que chamou de " Carta aberta aos joinvilenses". No texto o prefeito destacou a presença de pessoas mal intencionadas na Câmara de Vereadores de Joinville. Embora não tenha citado diretamente, relembrou a rápida resposta a um pedido do governador sobre imóveis pertencentes ao governo do estado em Joinville, refutando a afirmação de um vereador em tribuna e alegando ter sido chamado de mentiroso repetidamente por outro parlamentar, o que, pelo contexto, sugere referência a Wilian Tonezi e Cleiton Profeta, ambos da direita. Talvez por isso, reiterou sua identificação com os princípios da direita.


Adriano Silva queixou-se de vereadores alinhados ao governador Jorginho Mello, insinuando uma tentativa de atrapalhar a relação entre eles. Vale esclarecer que tanto Jorginho Mello como os vereadores em questão são da direita e fervorosos defensores do ex-presidente Jair Bolsonaro. Concluiu afirmando que a maioria dos vereadores está comprometida com uma nova política, possivelmente de apoio ao prefeito, enquanto a oposição tradicional costuma combater a situação.


A reação exagerada do prefeito em relação a vereadores que, supostamente, compartilham dos mesmos valores, levanta questionamentos, especialmente considerando que a discordância se dá com membros reconhecidamente da direita em Joinville. Oposição é do jogo político. Se o prefeito Adriano Silva é da direita como afirma, seria natural uma aproximação com esses vereadores, que igualmente são da direita. Se as diferenças do prefeito fossem com Ana Lúcia do PT, com o vereador Lucas Souza, que foi eleito e cumpriu a maior parte do mandato pelo PDT, ou a bancada do MDB, até seria compreensível. Mas ao contrário, com exceção de Cláudio Aragão, os demais integrantes da legenda estão com o prefeito. O vereador Mauricinho Soares, que está preso, e que foi cassado recentemente, estava fechado com a atual gestão, Adilson Girardi e Henrique Deckmann também estão alinhados. Lucas Souza, que segurava a bandeira do Partido Democrático Trabalhista, é apoiador do prefeito Adriano, e Ana Lúcia do PT não mereceu nenhuma reprimenda pública do prefeito, seja por carta ou qualquer outro meio. Teremos que aguardar os próximos capítulos para entender este mal-entendido.








346 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page